Soluções habilitantes como estímulo à formação de uma comunidade criativa: o caso do Centro Comunitá


Para fazer download do artigo completo clique aqui

To download the full article click here

The designer who is involved in stimulating social innovation processes is presented in this article as a potential agent to empower creative communities, types of communities that organize themselves collaboratively in search of solutions to problems that affect their daily lives or bring new ones opportunities for the common good. In order to provide favorable contexts for this purpose, the designer suggests joints among actors, techniques, technologies, knowledge and disciplines to satisfy different needs and obtain results of value and with meaning effects. Based on approaches to social innovation, such as the Community Centered Design (CCD), which has its own methods for working in communities, the designer can develop the enabling solutions: support interventions, which provide tools for effecting cooperation between individuals in the community, order to achieve results for their common welfare from existing capacities or development of new skills. In this context, this research, conducted through an action research, seeks to understand how Design can develop an enabling solution with a community to stimulate it to become a creative community. The unit of analysis is the community formed at Vila Gaúcha Community Center (CCVG), located in Morro Santa Tereza, in Porto Alegre, southern Brazil. As results of the research, we first obtained the expansion of knowledge about the topics addressed; the contribution of the CCD approach to the process carried out; identification of evolutionary levels for the formation of a creative community; possible core competencies that need to be developed among its members: distributed knowledge, communication, collaboration, creativity and sociability. In addition to these issues, one can arrive at the design of a structuring network of actions and actors that can facilitate the formation of a creative community that can be replicated in other contexts.

O designer atuante no estímulo a processos de inovação social, apresenta-se no presente artigo como potencial agente para incentivar a formação de comunidades criativas, tipos de comunidades que se organizam de forma colaborativa na busca por soluções de problemas que afetam seu cotidiano ou trazer novas oportunidades para o bem comum. Para proporcionar contextos favoráveis com este objetivo, o designer sugere articulações entre atores, técnicas, tecnologias, conhecimentos e disciplinas para satisfazer diferentes necessidades e obter resultados de valor e com efeitos de sentido. Apoiado em abordagens para inovação social, como o Community Centered Design (CCD), que possui métodos próprios para trabalhar em comunidades, o designer pode conceber as chamadas soluções habilitantes: intervenções suportes, que fornecem instrumentos para efetivar a cooperação entre indivíduos da comunidade, a fim de alcançar resultados para seu bem comum a partir das capacidades existentes ou desenvolvimento de novas habilidades. Nesse âmbito, a presente pesquisa, realizada através de uma pesquisa-ação, busca compreender como o design pode desenvolver uma solução habilitante junto a uma comunidade para estimulá-la a tornar-se uma comunidade criativa. A unidade de análise é a comunidade formada no Centro Comunitário da Vila Gaúcha (CCVG), localizado no Morro Santa Tereza, em Porto Alegre, na região sul do Brasil. Como resultados da pesquisa, obteve-se primeiramente a expansão de conhecimento sobre os temas abordados; a contribuição da abordagem de CCD para o processo realizado; identificação dos níveis de evolução para formação de uma comunidade criativa; possíveis competências centrais que precisam ser desenvolvidas entre seus membros: conhecimento distribuído, comunicação, colaboração, criatividade e sociabilidade. Além dessas questões, pode-se chegar ao desenho de uma rede estruturante de ações e de atores que podem facilitar a formação de uma comunidade criativa, que pode ser replicada em outros contextos.


Posts Recentes
Arquivo
voltar para artigos

© 2017 por Caio Miolo.